TV

kim-kardashian-robbery-recap-234076

“KUWTK”: Kim Kardashian achou que seria estuprada e assassinada durante assalto em Paris

Após mais de cinco meses de relatos e especulações, Kim Kardashian finalmente contou sua versão dos fatos e deu detalhes sobre o assalto sofrido em Paris, durante o episódio do “Keeping Up With the Kardashians” que foi ao ar neste domingo (19), nos Estados Unidos. Kim se emocionou ao relembrar os momentos aterrorizantes, enquanto contava às irmãs Khloe e Kourtney como tudo tinha acontecido.

Na madrugada do dia 4 de outubro de 2016, a socialite descansava em seu apartamento, num hotel na capital francesa, depois de ter passado a noite com Kourt e a stylist Simone Harouche. Segundo Kim, enquanto estava deitada na cama, ela ouviu passos na escada e achou que fosse Kourt e sua amiga voltando da festa. Kim chamou por elas, mas ninguém respondeu. “E então, naquele momento, quando não houve resposta, meu coração começou a ficar muito tenso. Eu sabia que algo não estava bem“, disse ela.

Em seguida, espreitando através da porta, a Kardashian viu dois homens vestidos como policiais, prendendo o concierge com algemas, enquanto ele segurava a chave do quarto dela. “O que eu ouvi, depois de falar com ele, foi que eles disseram, você sabe, ‘onde está a esposa do rapper? Vamos até o quarto dela!’, em francês“. Segundo Kim, o concierge foi o intérprete entre os assaltantes e ela, já que eles não falavam a mesma língua. Kim conta que tentou ligar para Pascal, seu guarda-costas, que acompanhava as irmãs, mas um dos homens tomou o aparelho de sua mão e a empurrou na cama.

O funcionário do hotel, então, a disse para entregar seu anel de US$ 4 milhões (o que ganhou de presente de Kanye), que estava em cima da mesa. Os ladrões a arrastaram para o corredor no alto da escada e foi aí que ela percebeu que eles estavam armados. “Eu estava olhando para a arma, olhando para as escadas atrás de mim. Eu estava tipo, ‘tenho uma fração de segundo na minha mente para tomar esta decisão. Eu vou correr escada abaixo e ser baleada pelas costas – fico muito chateada ao pensar sobre isso – mas eles vão atirar em mim por trás, ou se eu conseguir e eles não me acertarem, se o elevador não abrir a tempo ou as escadas estiverem trancadas, então eu estou ferrada! Não há nenhuma saída’“.

Na sequência, os ladrões a arrastaram até o quarto e a todo momento ela gritava ao concierge que pedisse a eles para pouparem sua vida. “Eu tenho filhos, por favor, eles não conseguem me entender, mas diga que tenho bebês em casa. Por favor, eu tenho uma família, deixe-me viver!“, ela implorou. Depois, Kim contou que um dos homens colocou uma fita adesiva em sua boca e a arrastou até perto da cama. Neste momento, ela começou a achar que seria abusada sexualmente. “E então, ele agarra minhas pernas e eu não estava, você sabe, eu não tinha roupas por baixo. Ele me puxou para ele na frente da cama e eu pensei, ‘oK, este é o momento em que eles vão me estuprar. Eu me preparava mentalmente, mas aí ele não o fez“.

O ladrão, então, amarrou suas pernas com a fita e apontou a arma para sua cabeça. “Eu apenas sabia que o momento era aquele. Eles simplesmente iam atirar na minha na cabeça, eu apenas rezei para que Kourtney tivesse uma vida normal depois que ela visse meu corpo morto na cama“. Ela se emocionou ao lembrar do momento em que achou que iria morrer. “Eu tenho uma família, tenho meus filhos, meu marido, minha mãe – eu não vou conseguir sair daqui, eu sei como essas coisas são“. Para sua surpresa, os homens a pegaram e a colocaram na banheira antes de fugir com suas joias. Minutos depois, Kim conseguiu ligar para Pascal, seu guarda-costas, e ele foi imediatamente ao seu encontro, acompanhado de Kris Jenner, Kourtney e Kendall.

rs_500x281-170313155753-500-KUWTK-1302-KRIS-JENNER

“Provavelmente, uma das piores noites da minha vida”, disse a matriarca da família.

A família saiu de Paris num voo para Nova York antes do dia amanhecer. “Tem sido a coisa mais devastadora ter um dos seus filhos temendo pela própria vida, pensando que a qualquer momento iria morrer, quando se tem dois filhos pequenos. Para o resto de nós, o pensamento de perder Kim é emocionalmente assustador e difícil de superar“, disse Kris emocionada.

Kanye, que fazia um show em Nova York no momento do assalto, parou a apresentação assim que soube da notícia e a família se reuniu na cidade. “Eu só não quero chorar na frente das crianças ou deixar eles perceberem que há algo errado. Porque eu acho que eles vão ficar assustados ao verem que há mais seguranças. Eu só quero vê-los por uns instantes“, diz a socialite no episódio.

Após o ocorrido, Kim também contou sua teoria de como ela acha que os ladrões arquitetaram o assalto. “Quem estava do outro lado da rua conseguia ver as luzes ligadas. Devem ter contado pra eles que eu estava no primeiro andar. Eles, definitivamente, estavam nos observando. O que eu acho que aconteceu, agora, depois de pensar tanto nisso, é que provavelmente havia um grupo de homens que estava nos seguindo durante toda a viagem. Eu estava postando no Snapchat que estava em casa e que todos estavam saindo, então acredito que eles sabiam que Pascal [segurança] tinha saído com Kourtney e que eu estava sozinha. Eles sabiam que a gente iria embora naquele dia. Eles tiveram essa oportunidade e aproveitaram“, acrescentou a socialite.

Tonight's episode is going to be very tough for me. However, I thought it was important to share this story through my…

Publicado por Kim Kardashian West em Domingo, 19 de março de 2017

Antes do episódio ir ao ar, Kim falou sobre o assunto num post em seu Facebook. “O episódio de hoje vai ser muito difícil para mim. No entanto, eu pensei que era importante compartilhar esta história através dos meus olhos e não em uma entrevista onde minhas próprias palavras poderiam ser distorcidas. Eu sempre compartilhei tanto e eu não vou segurar isso quando esta foi provavelmente uma das experiências mais marcantes na minha vida. Eu nunca desejaria esta experiência a ninguém, mas, após ter aprendido algumas lições valiosas, me sinto abençoada por estar em casa segura, com meus filhos e marido. Aos meus amigos, familiares e entes queridos não posso agradecer o suficiente por estarem comigo quando eu mais precisei de vocês. Para a polícia francesa, obrigado por seu trabalho árduo e incrível. *Esta foi a última foto da família tirada em Paris*“, escreveu ela.

Em seu depoimento à polícia, Kim disse que uma quantia estimada em US$ 10 milhoões, em joias, foi roubada. Entre seus pertences listados estão dois celulares, o anel de noivado de U$$ 4 milhões que Kanye havia lhe dado e uma caixa com joias (um par de brincos, dois braceletes e um colar) de valor total estimado em US$ 5,6 milhões.

[Via E! News]

por Raphael Amador, 20 de março de 2017

POSTS RELACIONADOS

COMPARTILHAR NO FACEBOOK