Pop

Zayn Taylor Harry

Harry Styles fala sobre novo disco, namoro com Taylor, críticas de Zayn e pausa do 1D

A pouco mais de 20 dias do lançamento de seu primeiro disco solo, Harry Styles falou sobre o projeto e sobre outros assuntos que ainda despertam a curiosidade do público, como o seu breve relacionamento com a estrela Taylor Swift. Em entrevista à “Rolling Stone”, disponibilizada nesta terça-feira (18), o muso contou que foi ele quem propôs primeiro que o “One Direction” desse uma pausa. Foi num estúdio, em Londres, no final de 2014… “Eu não queria exaurir a nossa fanbase. Você percebe que está exausto e não quer drenar a fé das pessoas em você. Eu amo a banda, e nunca descartaria nada no futuro. A banda mudou minha vida, me deu tudo“, reconheceu.

r1286_cov_styles-9b494840-78ad-46b3-824a-a72b9449af47

Capa maravilhosaaaa!

O repórter da “RS”, então, questionou o que Harry achava de algumas críticas feitas por Zayn Malik após a saída deste do até então quinteto. O jornalista leu para Styles, uma das polêmicas declarações de Zayn, a seguinte: “One Direction não é música que eu ouviria. Se eu estivesse jantando com uma menina, eu colocaria pra tocar algo legal. Só quero poder fazer algo legal, não acho que isso seja pedir demais“. Que demônio, né?! hahahaha “Eu acho que é uma pena que ele tenha se sentido dessa forma, mas eu nunca desejo nada além de sorte a alguém que faz o que ama. Se você não está satisfeito com algo e deseja fazer outra coisa, você absolutamente precisa mudar. Eu estou feliz por ele estar fazendo o que gosta, e boa sorte para ele“, respondeu Harry, gentilmente.

Assim como o antigo parceiro de banda, Styles também queria fazer sua “própria” música… “Eu não queria escrever ‘histórias’. Eu queria escrever ‘minhas histórias’, coisas que aconteceram comigo, a primeira coisa que queria era ser honesto, eu não tinha feito isso antes“. O muso então foi para uma montanha perto de Port Antonio, numa zona bem remota da Jamaica e lá ficou dois meses produzindo o álbum que lança no próximo dia 12. Segundo a própria Rolling Stone, o trabalho é bem diferente do Pop que anda dominando as ondas de rádio. “Muitas das minhas influências, e as coisas que eu amo, são mais velhas. Então, o que eu não queria fazer era lançar meu primeiro álbum e soar como ‘ele tentou recriar os anos sessenta, setenta, oitenta, noventa.’ Músicas incríveis foram escritas nessa época, mas não estou dizendo que eu queria ter vivido naquela época. Eu queria fazer algo que soasse como eu. Só estou tentando fazer isso“, explicou Styles.

r1286_fea_harry_styles_d-bde9a5d8-1f21-40c8-a0e1-37196b3d7d03

Olha ele aí na Jamaica, na época da produção do disco.

Mais pro final da conversa, o repórter perguntou ao britânico sobre o relacionamento relâmpago dele com Taylor Swift e sobre aquelas fotos dos dois caminhando juntos pelo Central Park. “Eu tenho que fazer xixi primeiro. E isso pode demorar muito. Na verdade, você pode escrever: ‘Ele foi fazer xixi e nunca mais voltou‘”, brincou o fofo. hahahahaha Mas Harry não fugiu não… “Quando eu vejo fotos daquele dia, eu penso: os relacionamentos são difíceis, em qualquer idade. E isso somado ao fato que você não entende exatamente como funcionam quando você ainda tem 18 anos… As coisas não se tornaram mais fáceis. Você está num encontro com alguém que você realmente gosta. Isso devia ser tão simples, certo? Foi uma experiência de aprendizagem com certeza. Mas no cerne disso – eu só queria que fosse um encontro normal“, explicou.

harry-styles-interview-rolling-stone-cover-2017-3818d9b7-609d-42cf-afe4-43bc2093c4d7

Harry muso em clique exclusivo para a Rolling Stone…

Na sequência, Harry falou sobre os rumores de que ele tenha servido de inspiração para Swift escrever os sucessos “Out of the Woods” e “Style”. “Não sei se eles são sobre mim ou não… Eu escrevo a partir de minhas experiências, todo mundo faz isso. Tenho sorte se tudo que fomos ajudou a criar essas músicas. São coisas que estão no coração e é difícil falar sobre elas; aliás é o material sobre o qual eu menos falo. Essa é a parte que trata das duas pessoas, nunca vou contar a ninguém tudo”. Questionado se em alguma oportunidade, ele havia dito a Taylor que admirava tais canções, Styles se saiu com essa: “Sim e não… Ela não precisa que eu diga a ela que elas são ótimas, elas são ótimas músicas… É o mais incrível diálogo não dito de todos“.

harry-styles-rolling-stone-interview-2017-2-6a1003ac-3d79-4ede-a109-f3ea197fd3dd

Mais uma foto do gato para a publicação…

O repórter então perguntou se Harry gostaria de dizer algo para Taylor hoje… “Talvez seja aqui que você escreve que eu deixei a entrevista!“, soltou ele, aos risos. “Eu não sei… Há coisas que não dão certo, há muitas coisas que podiam dar certo e mesmo assim não dão. No que diz respeito a escrever músicas sobre essas coisas, eu gosto de tirar o chapéu para o tempo juntos. Você está comemorando o fato de que foi poderoso e que aquilo lhe fez sentir algo, ao invés de ‘isso não deu certo, e isso é ruim’. E se você encontrar essa pessoa, talvez seja estranho, talvez você tenha que beber um pouco… mas você compartilhou algo… Encontrar alguém novo, compartilhar essas experiências, é a melhor coisa sempre“, finalizou.

por Pedro Hosken, 18 de abril de 2017

POSTS RELACIONADOS

COMPARTILHAR NO FACEBOOK