Baphos

DeGrisogono "Love On The Rocks" Party - The 70th Annual Cannes Film Festival

Harvey Weinstein fala pela primeira vez após denúncias de atrizes e “Academia do Oscar’ convoca reunião sobre o caso

A vida do famoso produtor Harvey Weisten tomou novos rumos depois que estrelas de Hollywood o denunciaram por recorrentes assédios sexuais. Na tarde da última quarta-feira, 11, a modelo e atriz Cara Delevingne revelou ser mais uma vítima aumentando o número de celebridades da lista. E no mesmo dia, o acusado se pronunciou sobre os casos: “Eu não sei o que dizer. Com algumas [pessoas que ele considerava amigos íntimos], isso me entristece”, disse ele à Page Six TV.

Grandes nomes como Angelina Jolie, Ashley Judd e Gwyneth Paltrow também relataram episódios de abusos cometidos por Weisten. A repercussão do caso gerou consequências para a vida pessoal de Harvey: a esposa, Georgina Chapman, resolveu pedir divórcio. Segundo o TMZ, a filha do casal chegou a ligar para o 190 (serviço de emergência) porque o pai estaria “depressivo e suicida”.

angelina

Na entrevista para a TV norte-americana, Weisten comentou o impacto das acusações e a separação. “Estou profundamente devastado. Perdi minha esposa e meus filhos, a quem amo mais do que qualquer outra coisa”, disse o magnata.

Ele ainda demonstrou esperanças em se reconciliar com a estilista: “Eu a encorajei a fazer o que estava no coração dela. Eu sei que ela tem que fazer o que é melhor para as crianças, para si e para o negócio dela – ela emprega 130 pessoas. Eu não quero que ela ou os meus filhos se machuquem mais do que já tiveram. Eu realmente amo Georgina, e espero que um dia possamos conciliar, embora neste momento não sei se isso poderia acontecer”.

harvey-weinstein-wife-georgina-chapman-960x540

A Academia do Oscar, a qual Harvey Weinstein é membro, também se pronunciou sobre o caso e convocou uma reunião para avaliar o assunto. Confira comunicado:

A Academia considera repugnante, abominável e antiética a conduta descrita nas alegações contra Harvey Weinstein, perante os elevados padrões que a Academia e a comunidade criativa representam”, disse a entidade em um comunicado. A diretoria realizará uma reunião especial no sábado, dia 14 de outubro, para discutir as alegações contra Weinstein e quaisquer ações a serem tomadas pela Academia“.

Weinstein já foi suspenso da academia britânica de filmes Bafta. Ele tem uma estatueta do Oscar, conquistada em 1999 após vencer o prêmio de melhor filme com “Shakespeare Apaixonado”.

por Giuline Bastos, 12 de outubro de 2017

POSTS RELACIONADOS

COMPARTILHAR NO FACEBOOK