Hugo Gloss

14.fev

#GlossyFashion – Nina Garcia

Sim, você não leu errado! Consegui uma entrevista exclusiva com a Diretora Criativa da Marie Claire americana e jurada do nosso adorado Project Runway, a diva fashion: NINA GARCIA!
Direto do seu poderoso escritório em Manhattan, a fashion icon respondeu às minhas perguntas sobre moda brasileira, sobre seu novo programa na internet e sobre a minha época preferida do ano: a temporada de Red Carpet! Afinal, quem não gosta de bancar a Fashion Police de vez em quando?
Pra quem não sabe, Nina é nossa vizinha, tem sangue colombiano, e algo me diz que uma ginga shakiriana habita aquele corpo malhado, afinal as duas são de Barranquilla, e já dizia a música “Mira que en Barranquilla se baila así”…. Espero ansiosamente Nina no Brasil, mas, enquanto ela não chega, vem tomar uma caipirinha comigo, vamos descobrir o que ela pensa sobre nós e a nossa moda e o que ela tem pra nos contar sobre os bastidores do Project Runway, um dos meus programas favoritos!
Prepare seu bloco de notas, que lá vem um monte de dicas bapho de uma das maiores fashionistas do mundo!! Porque look do dia é pra blog de quem não é amigo da Nina! I’m sorry! Vraaaaa!!

HGVocê tem um novo programa online chamado Decoding Style, tem alguma chance de um brasileiro participar?
Nina Garcia -Claro! Seria ótimo ter um brasileiro no meu programa. Adorei a presença da brasileira na última temporada de Project Runway! Talvez eu dê um pulinho no Brasil logo, logo – não custa nada sonhar!

HG – Além dos brasileiros que desfilam nas semanas de moda internacionais, você conhece algum estilista que pode ser uma promessa na moda?
Nina Garcia – Mais do que promissores! As pessoas não sabem que o Diretor de Criação de Moda Feminina da Calvin Klein, Francisco Costa, é do Brasil. Atualmente ele está a frente de uma das marcas mais icônicas dos EUA. Alexandre Herchkovitch, Alexandre Birman, Pedro Lourenço, Patrícia Viera, Tufi Duek, Osklen, e Inácio do Clements Ribeiro são todos talentos brasileiros fantásticos.

HG - Na última temporada do Project Runway um brasileiro ficou em segundo lugar, sei que teremos outra brasileira na próxima temporada. Qual a sua expectativa?
Nina Garcia – Sempre espero o melhor de todo estilista. Claro, ter alguém com uma herança cultural tão rica quanto a Layana sempre dá um toque de expectativa porque você percebe o quanto a cultura e o passado influenciam seu design e estética.

HG - Quando teremos sua presença em alguma semana de moda brasileira? Você consome a moda do Brasil? Conhece nossos designers, nossas revistas, blogs, etc?
Nina Garcia – Estive no Brasil para a semana de moda há poucos anos. Sou apaixonada por São Paulo e adoraria voltar. Eu visto estilistas brasileiros, lógico, como Costa e Lourenço. Sou fanática pelas minhas havaianas. E como sou viciada em tumblr e pinterest, vejo sempre grandes produtos com uma etiqueta “made in Brazil”!

HG – A temporada de Red Carpet foi aberta com o Golden Globes. Aproveitando o gancho e a sua expertise no ramo, qual o maior pecado fashion que alguém pode cometer no Red Carpet?
Nina Garcia – Exagerar no look – cabelos armados, bronzeado excessivo, maquiagem demais. É uma linha muito tênue que separa aparecer bem na câmera e pesar na mão. Muita gente perde o controle.

HG – Tem algum look do Red Carpet que voce não esquece (seja por ser o melhor ou o pior)?
Nina Garcia – Teve aquele momento épico quando a Sharon Stone amarrou a camisa branca do marido com um broche de libélula em 1998. Aquilo foi atemporal!

HG – Você acredita que uma pessoa comum pode usar a moda do Red Carpet na sua vida?
Nina Garcia – Óbvio! Antes de tudo, não existem pessoas comuns. Todo mundo pode sonhar e a moda permite que a gente incorpore esse sonho. Meu problema é com gente que tenta demais ser fashion (dentro ou fora do red carpet). Todo look tem seu momento.

HG – Quem é a atriz que nunca errou em uma premiação?
Nina Garcia – Audrey Hepburn. Ela esteve sempre divina. E vai ser para sempre referência de bom gosto e elegância.

HG – Quais as suas apostas para as mais bem vestidas?
Nina Garcia – É sempre bom ver novos rostos na câmera, e esse ano temos uma safra de jovens muito talentosas. Eu apostaria na Emma Stone.

HG – Como um homem pode ousar no Red Carpet?
Nina Garcia – Aos homens, eu aconselharia não tentar ousar. Sempre prefiro um look requintado, elegante. Um terno de corte perfeito é tudo q um homem precisa para ficar fabuloso.

HG – Avant garde está permitido no Red Carpet?
Nina Garcia – Certamente, mas não é recomendado. Acho que depende do papel que você desempenha. Por exemplo, a estilista de Priscila Rainha do Deserto usou um vestido feito totalmente de cartões American Express. Mas ela pode, porque ela mesma cria essas obras. Até mesmo o vestido de cisne da Bjork não ficou muito escandaloso se levarmos em consideração quem o estava usando. Eu adorei o longo usado por Lady Gaga, criação do McQueen. Se for para ser avant-garde, tem que ser feito pela pessoa certa no momento certo.

HG – É feio uma mulher comum copiar um look das estrelas no Red Carpet?
Nina Garcia – Não é apropriado se ela for a uma festa a fantasia. Sugiro que mulheres se inspirem no que veem no red carpet mas nunca copiem diretamente. Um look funciona melhor quando incorpora uma vibe – seja um glamour de Hollywood retro, seja um clássico moderno. O segredo é usar o estilo de outros como inspiração, mas sempre torna-lo só seu.

HG – Existe algo proibido no Red Carpet?
Nina Garcia - Glitter no corpo! Argh, terrivel!

Comente